SHOW COMPLETO DO DESCENDENTS NO FUN FUN FUN FEST


Para muitos, assim como para este editor,  O Descendents é uma das bandas de punk rock mais importantes de todos os tempos. Em recente entrevista para o site Purevolume, o lendário frontman da banda, Milo Aukerman, comentou sobre o possível lançamento de material inédito, conforme abaixo:

“Estamos todos compondo novos materiais, e há definitivamente um compromisso para gravar em algum momento. Mas também temos nossas vidas normais, e eu não acho que qualquer um de nós pode largar tudo para passar meses em um estúdio. Basicamente, qualquer gravação provavelmente irá se alongar durante um longo período, à medida que compartilharmos material e encaixarmos as coisas em nosso cotidiano”.

Enquanto este tão esperado lançamento não acontece, os fãs podem se deleitar com um show completo da banda  disponibilizado via Light & Noise, que ocorreu no ano de 2010, durante o Fun Fun Fun Fest. Foi a primeira reunião do Descendents em 10 anos e ocorreu graças ao cancelamento do show do Devo. Devido ao ocorrido a banda foi convidada para participar do evento, resultando em um show histórico que contou com 28 faixas, participação do vocalista do Rise Against no single “Bikeage” e um cover dos responsáveis por este show acontecer, o  Devo.

Confiram abaixo na íntegra a apresentação do Descendents ao vivo no Fun Fun Fun Fest no ano de 2010:

 

OUÇA NA ÍNTEGRA NOVO EP DO GARAGE FUZZ


Conforme anunciamos aqui anteriormente, os santistas do Garage Fuzz lançaram um novo EP intitulado “Warm & Cold“, exclusivamente através de um encarte  especial na edição especial de fotografia da Revista CemporcentoSKATE.

O lançamento serve como uma prévea do próximo full álbum da banda que será lançado em breve. A arte do EP foi assinada pelo artista Nei Caetano (conheça mais sobre seu trabalho aqui). Os parceiros da Ideal Shop disponibilizaram o produto para venda através de sua loja. Para garantir o seu, clique aqui.

Confiram abaixo na íntegra em stream o novo EP do Garage Fuzz intitulado “Warm And Cold“:

Remains Wasted

Ride The Feeling

Dying Trying

Warm & Cold

O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD: MADELEINE PEYROUX

Hoje na coluna O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD toda a beleza do Jazz de MADELEINE PEYROUX.

MADELEINE PEYROUX nasceu em 1974 no Estado da Geórgia nos Estados Unidos, tendo também morado em Califórnia, em Nova York e em Paris, o que inegavelmente da um tom parisiense ao se Jazz.

Filha de um ator apaixonado por música e de uma professora de francês, ambos educadores e hippies teve seu primeiro contato com música ainda criança aprendendo e a tocar o ukelele da sua mãe.

Morando em Paris começou a cantar com 15 anos, acompanhada por artistas de rua e literalmente passando o chapéu depois de cada apresentação. Com apenas 16 anos passou a integrar o grupo The Lost Wandering Blues and Jazz Band fazendo sua primeira turnê pela Europa e já interpretando canções de grandes nomes do Jazz como Ella Fitzgerald, Billie Holiday e Bessie Smith e que mais tarde serviriam de base para o seu primeiro disco, o Dreamland lançado em 1996.

Já naquela época MADELEINE PEYROUX foi considerada pela crítica especializada como a Billie Holiday do século XXI, projetando o nome da cantora para além do Velho Continente e surgindo convites para abrir shows de nome como Cesaria Evora e Sarah McLachlan.

De maneira impressionante, ao inicia as gravações de seu segundo disco em 1997, a cantora teve um grave problema nas cordas vocais, o que acabou gerando o rompimento do contrato com a gravadora e o retorno de Madeleine para os shows de rua em Paris e os pequenos bares de Jazz no Estados Unidos.

De volta ao anonimato, MADELEINE PEYROUX passou a fazer pequenos trabalhos para outras cantoras e esporadicamente se apresentando em bares mas com outro nome, escondida do grande sucesso de 1997.

Em 2002 passou-se a se apresentar com William Galison, gravando o EP “Got You On My Mind” que era vendido em shows e pela internet. Em 2004 a editora Rounder descobriu esse EP e contratou a cantora para gravar. No mesmo ano chegava ao mercado o álbum “ Carelless Love” ressucitando o nome da cantora na midia. Repleto de covers de nomes como Leonard Cohen, Elliot Smith e Bob Dylan o disco foi um enorme sucesso.

Depois da fase conturbada MADELEINE PEYROUX não parou mais de produzir, lançando os maravilhosos Half The Perfect World (2006), Bare Bones (2009) e o trabalho mais recente Standing On The Rooftop (2011).

A cantora já esteve no Brasil algumas vezes, inclusive sendo entrevistada no Programa do Jô Soares em duas oportunidades.

Talentosa e dona de um timbre delicioso, toda discoteca que se preze deve ter pelo menos um título de MADELEINE PEYROUX.

Semana que vem tem mais.

Boas Melodias!

ÁLBUM AO VIVO INÉDITO DE JIMI HENDRIX SERÁ LANÇADO EM BREVE


Gravado no Sporthalle, em Colônia, na Alemanha, no dia 13 de janeiro de 1969, THE JIMI HENDRIX EXPERIENCE: LIVE IN COLOGNE será lançado em breve,  no dia 27 de novembro de 2012, somente em vinil.  Este lançamento somente foi elaborado a partir de uma gravação amadora. É o décimo segundo lançamento da série Registros Dagger.

O álbum será lançado em vinil duplo, acompanhado de um cartão com um código de acesso exclusivo que permite baixar uma cópia digital gratuita do álbum em formato MP3. O disco já pode ser adquirido na pré-venda no site oficial de Jimi Hendrix clicando aqui.

Confiram abaixo o track-list do álbum:

Disco 1, Lado A:
1. Come On (Let The Good Times Roll)
2. Foxey Lady

 Disco 1, Lado B:
1. Red House
2. Voodoo Child (Slight Return)

 Disco 2, Lado A:
1. Fire
2. Spanish Castle Magic
3. Hey Joe

 Disco 2, Lado B:
1. Sunshine Of Your Love
2. Star Spangled Banner
3. Purple Haze

CONFIRAM “KETTLING” | NOVO CLIPE DO BLOC PARTY


O Bloc Party acaba de estrear na rede seu mais novo vídeo clipe, produzido para o single “Kettling“, faixa do álbum “Four“, que marca o retorno da banda com um material inédito após um hiato de 4 anos. O último trabalho, intitulado “Intimacy”,  foi lançado no ano de 2008.


Four” pode ser adquirido  nos formatos vinil 12″ picture disc (limitado a 500 cópias) aqui e vinil 12″ aqui.

Confiram abaixo “Kettling“, novo vídeo clipe do Bloc Party:

O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD: 2:54

Hoje a coluna O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD volta à Londres para falar do trabalho das irmãs Colette e Hannah Thurlow que juntas formam a banda de rock alternativo 2:54.

As irmãs Thurlow nasceram na Irlanda mas passaram toda sua infância na cidade de Bristol, firmando-se, mais tarde, na  badalada Londres.

Em 2007 formaram a banda de punk rock chamada The Vulgarians e em meados de 2010 criaram a 2:54.

O curioso nome da banda é inspirado na música “History Of Bad Men” da banda The Melvins. Exatamente no minuto 2:54 da música, nas palavras de Colette, a linha de baixo torna-se extremamente inspiradora.

A primeira vez que o 2:54 chamou atenção do público foi em 2010 depois de colocar sua demo na internet. O primeiro single, “On a Wire” foi lançado em 2011. Após o lançamento do single seguiu-se turnês pela Inglaterra acompanhando bandas como Warpaint, The Big Pink, The Maccabees, and The xx e tocando em diversos festivais.

No mesmo ano as apresentações ao vivo das irmãs Thurlow passaram a ser acompanhadas pelo baixista Joel Porter e pelo baterista Alex Robins.

O álbum de estreia do 2:54 foi gravado com o produtor Rob Ellis e com o engenheiro de som Alan Moulder e lançado em Maio de 2012 simultaneamente no Reino Unido e nos Estados Unidos recebendo nota 8 no ranking da aclamada NME.

Sian Rowe, famoso crítico musical do The Guardian descreveu o 2:54 como “um pouco grunge, um pouco shoegaze (estilo de rock alternativo nascido no Sul da Inglaterra nos anos 80), com rajadas de riffs pesados e uma homenagem meio psicodélica”.

Realmente o 2:54 lembra muito o Garbage ou o Curve. Som de primeira!

Até semana que vem.

Boas melodias!

THE REPLACEMENTS SE REUNEM PARA UM NOVO EP


De acordo com a Rolling Stone, os membros  da banda The Replacements, Paul Westerberg e Tommy Stinson reuniram-se pela primeira vez desde 2006, para gravar um EP em benefício de seu antigo colega de banda, Dunlap Slim, que sofreu um derrame em fevereiro . O registro contará com uma regravação do single solo de DunlapBusted Up“, “Everything’s Coming Up Roses” do musical da Broadway “a Gypsy”, uma canção de Gordon Lightfoot datada 1965 intitulada “I’m Not Sayin“, e “Lost Highway“, de Hank Williams.

As músicas serão lançadas em vinil 10″  ainda este ano, embora apenas 250 cópias serão prensadas, onde  cada uma vai ser leiloado pelo o maior lance. Todo o valor arrecadado será em benefício de Dunlap.

Quando perguntado pela revista Rolling Stone, se essa reunião poderia levar a atividades de reunião adicionais, Westerberg disse que seria possível sim uma reunião futura.