VERSÕES: NINA SIMONE x THE ANIMALS x JOE COCKER x SANTA ESMERALDA x REGINA SPEKTOR


A coluna Versões de hoje apresenta pela primeira vez uma meia-versão, interpretada por uma das cantoras mais geniais da atualidade:  Regina Spektor. Para entendermos o porque desta meia-versão, vamos direto ao surgimento do single original, já exemplificando com os vídeos das respectivas versões.

Don’t Let Me Be Misunderstood” foi escrito por Bennie Benjamin, Gloria Caldwell e Sol Marcus para a cantora e pianista Nina Simone. A música foi gravada pela primeira vez no ano de 1964, fazendo parte do sexto álbum de estúdio de Nina, intitulado “Broadway-Blues-Ballads”.
Don’t Let Me Be Misunderstood – Versão original estúdio por Nina Simone

Um ano depois foi a vez dos roqueiros do The Animals fazerem sua versão do clássico, sendo esta uma das mais conceituadas versões de “Don’t Let Me Be Misunderstood“.

Don’t Let Me Be Misunderstood – Versão estúdio por The Animals

Em 1969 Joe Cocker lança seu disco de estréia, intitulado “With a Little Help from My Friends”, faixa título gravada originalmente pelos Beatles e que durante os anos 80 e 90 serviu de música tema para seriado Anos Incríveis. Neste álbum Joe faz sua contribuição para uma ótima versão rock and roll de “Don’t Let Me Be Misunderstood“. Anos depois uma versão reggae do mesmo single foi regravada por Joe.

Don’t Let Me Be Misunderstood – Versão estúdio por Joe Cocker

Don’t Let Me Be Misunderstood – Versão reggae por Joe Cocker

Oito anos depois, uma versão mais dançante de “Don’t Let Me Be Misunderstood” (com mais de 10 minutos de duração) é gravada na época de ouro da disco music  pelo grupo Santa Esmeralda. O sucesso foi tanto que ao single ultrapassou a versão do The Animals no Top 100 da Bilbord, tornando-se a partir dai a versão mais conhecida.

Don’t Let Me Be Misunderstood – Versão estúdio por Santa Esmeralda

Finalmente, em 2012, a cantora indie Regina Spektor (veja outras matérias relacionadas aqui) lança seu sexto álbum de estúdio, intitulado “What We Saw from the Cheap Seats”, com destaque para a já conhecida “”All the Rowboats“. É deste álbum que vem o single “Oh Marcelo“, a meia-versão de “Don’t Let Me Be Misunderstood“. Da música original Regina usou apenas o refrão, que inclusive é cantado de forma bem diferente das outras versões. Já o restante da música é de autoria da cantora.

Don’t Let Me Be Misunderstood | Oh Marcelo -Meia-versão estúdio por Regina Spektor

    • Realmente uma ótima versão que ficou de fora. Obrigada pela dica e por acompanhar o Monophono. Na próxima incluiremos mais esta versão.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: