O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD: ZUCO 103

Hoje a coluna O QUE ESTÁ ROLANDO NO MEU IPOD viaja até a Holanda para mostrar um pouco das nuances que nossa música brasileira tem naquele país.

Vamos falar do trio holandês ZUCO 103 que, influenciados pela diversidade de nossa música popular brasileira criaram o que chamam de “Brazilectro”, uma divertida e fascinante mistura de Electro-pop, jazz, samba e bossa nova.

Além dos ritmos brasileiros, o ZUCO 103 usa homeopáticos aditivos de Música Afro-Cubana, Música Etíope, Música do Oeste Africano, drum ‘n’ bass e dub.

O trio formado em 1999 é composto pela vocalista e letrista carioca Lilian Vieira, pelo tecladista e produtor alemão Stefan Schmid e pelo baterista e produtor holandês Stefan Kruger.

Em 1998 a vocalista Lilian Vieira deixou a faculdade de enfermagem no Rio de Janeiro e mudou-se para Amsterdã, estudando música no Conservatório Musical de Roterdã conheceu Stefan Schmid e Stefan Kruger que produziram o primeiro trabalho solo de Lilian Vieira, o “Outro Lado” de 1999.

O trio deu tão certo que nasceu então o ZUCO 103 que já no ano seguinte, em 2000, venceu o prêmio holandês Heineken Crossover Award, tendo como fruto o lançamento do seu primeiro álbum, o “The other side of Outro Lado” de 2001.

O segundo álbum do grupo “Tales of High Fever” de 2002 mistura samba, rock e soul, contando com uma regravação da canção “Bebete vamos embora” de Jorge Bem Jor.

Discografia

  • 1999 Outro Lado
  • 2001 The other side of      Outro Lado (remix-álbum)
  • 2002 Tales of High Fever
  • 2003 One Down, One Up (Duplo)
  • 2005 Whaa!
  • 2008 After The Carnaval
  • 2009 Retouched! After The Carnival      Remixes

Em “After The Carnaval” lançado em 2008, que foi parcialmente gravado no Rio de Janeiro, a banda de afasta um pouco da música eletrônica e grava um álbum mais acústico muito interessante.

ZUCO 103, de uma forma muito espontânea, inventou uma nova combinação de sons influenciados pela Terra do Samba.

Em suas apresentações ao vivo a banda ainda conta com as participações de Alex Oele no baixo, Paul Willemsem na guitarra e Claus Tofft na percussão.

Vale a pena conferir essa divertida mistura de sons com grandes pitadas da mais pura brasilidade.

Semana que vem tem mais!

Boas melodias!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: