O QUE ESTA ROLANDO NO MEU IPOD: FELIPE CORDEIRO

Hoje a coluna O QUE ESTA ROLANDO NO MEU IPOD vai até Belém no Pará para mostrar a vocês leitores aquele que talvez seja o maior expoente na atualidade da sempre efervescente cena cultural paraense.

O Estado do Pará nos é conhecido por sempre revelar gente muito talentosa e com estilo próprio, fazendo um trabalho totalmente diferente daquilo que estamos acostumados aqui no eixo Rio-São Paulo. Orgulhando-se de afirmar que faz música Brega (reinventando o significado da palavra “brega”) e Regional, o Estado do Pará nos tem mostrado gratas surpresas com artistas que ultrapassam as fronteiras do Estado também fazendo sucesso na multicultural São Paulo.

E hoje vamos falar de um desses nomes, vamos falar do compositor, cantor e instrumentista FELIPE CORDEIRO que este ano lançou o disco “Kitsch Pop Cult” já aclamado pela crítica especializada.

FELIPE CORDEIRO é filho do guitarrista e produtor musical Manoel Cordeiro que foi um dos pioneiros da Lambada no Pará.

Crescendo sob influência dos mais variados ritmos, com apenas 11 anos de idade já estudava piano, teoria musical e bandolim.

Mais tarde, mais ainda com apenas 15 anos, começou a mostrar suas primeiras composições em festivais por todo o país, sendo premiado em diversos deles. Até então sua grande influência era a MPB tradicional.

Com o passar dos anos a música de FELIPE CORDEIRO foi obtendo uma identidade própria e diferente de tudo aquilo que o precedeu. Não há melhor definição para a música do artista do que a que consta em na biografia de seu site oficial: “Referencias que vão desde o underground paulistano  80’( a vanguarda de Itamar Assumpção, Arrigo Barnabé e Luiz Tatit são muito presentes), passando pelo flash brega, pelo carimbó/lambada de mestre Pinduca e Alípio Martins, até o atual eletromelody das aparelhagens alucinógenas de Belém”.

Se fossemos definir FELIPE CORDEIRO em apenas uma palavra eu usaria o termo “inventivo”. Poucas vezes me deparei com o trabalho de um artista que sem medo algum de errar mistura as mais variadas influências e os mais diversos ritmos criando um som próprio.

Coincidência ou não, “Kitsch Pop Cult” foi produzido pelo mestre da inventividade André Abujamra.

Não há como negar que FELIPE CORDEIRO e o seu chamado “Brega-Cult” é o que há de mais interessante na atual cena alternativa brasileira. E esta não é só a opinião pessoal deste editor, mas sim o título que o cantor recebeu da imprensa especializada após o lançamento do “Kitsch Pop Cult” em show realizado no último 15 de março no SESC Vila Mariana em São Paulo.

E realmente “Kitsch Pop Cult” é um Brega que é Cullt. Cult é o adjetivo dado a determinados produtos da cultura popular que possuem um grupo especifico de fãs ávidos, um publico alternativo, mas exigente e que busca qualidade.

A principal música de trabalho do disco “Legal e Ilegal” tem a letra baseada em uma entrevista em que o então punk João Gordo falava sobre drogas e que FELIPE CORDEIRO usa para fazer divertidas associações com diversos gêneros musicais:

“Aguardente no bom samba canção / uisquinho da bossa nova / caspa do diabo no rock’n’roll / erva do amor no reggae night.

Cultura sintética no drum’n’bass / (rosinha, branquinha, pílula amarela) /cuba libre na salsa peruana / flocos de milho com cerveja no velho punk / lança perfume no carnaval.

A gengibirra no marabaixo / muito tabaco no bolero (essa eu não tolero, essa eu não tolero) / um vinhozinho ou chocolate quente (no tango é bom) / a tequila no merengue (é dessa que eu gosto, é dessa que eu gosto).”

Para quem gosta de beber de variadas fontes vale a pena conferir o trabalho de FELIPE CORDEIRO, um grande nome que esta renovando a música Pop brasileira.

Conheça mais sobre o artista: facebook, twitter, myspace, flickr, website.

Até semana que vem!

Boas melodias!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: