VERSÕES: CIDADÃO INSTIGADO x BÁRBARA EUGÊNIA

Demorou muito até que eu postasse algo sobre a minha banda brasileira de cabeceira: Cidadão Instigado. Na verdade não sabia por onde começar. Cheguei a ouvir o último álbum do Cidadão, intitulado “Uhuuu” durante 2 meses seguidos, literalmente todos os dias. Quando existe uma banda que se gosta muito, fica até um pouco difícil falar sobre ela, pois a cobrança pela complexibilidade e perfeição é bem maior. Aliás, não consigo entender como muitas pessoas não captam a essência da música feita pela banda. É algo novo e ao mesmo tempo muito diferente. É como se Roberto Carlos e Santana tocassem juntos, acompanhados por uma guitarra com sotaque. Sim, a guitarra de Fernando Catatau tem sotaque e pode ser reconhecida em qualquer música ou banda que ele faça alguma participação.

Cidadão Instigado surgiu no ano de 1994 em Fortaleza/CE liderado pelo frontman, cantor, compositor e guitarrista Fernando Catatau. Com influências de música nordestina, rock dos anos 70, uma pitada de música brega e muita técnica o Cidadão Instigado conseguiu alcançar um patamar acima de muitas bandas brasileiras que insistem em fazer o mesmo de sempre. Os talentosos músicos Regis Damasceno, Rian Batista, Dustan Gallas e Clayton Martin são os responsáveis, ao lado de Fernando Catatau por disseminar a música do Cidadão pelo Brasil e pelo Mundo. Juntos  já lançaram 3 álbuns de estúdio: “O Ciclo da Decadência” (2002), “Cidadão Instigado e o Método Tufo de Experiências” (2004) e “Uhuuu” (2009), que contou com a participação de Arnaldo Antunes nos vocais de “Doido” e “Cabeção“, além de Edgard Scandurra na música “Dói“.

É do segundo álbum do Cidadão Instigado “Cidadão Instigado e o Método Tufo de Experiências ” que vem a música do Versões de hoje: “O Tempo“. A música em questão foi gravada pela cantora carioca Bárbara Eugênia em seu álbum “Journal de Bad“, lançado em 2010.

Bárbara Eugênia nasceu em Niterói, morou nos Estados Unidos, no Rio e em Atibaia, chegando em São Paulo no ano de 2005, onde se envolveu com grandes nomes da música como Edgard Scandurra, Tom Zé, Otto, Karina Buhr e Fernando Catatau, e pode apresentar todo seu talento musical primeiramente em um bar localizado acima do restaurante Le Petit Trou, de propriedade de Edgard Scandurra. Foi justamente ele, com seu faro apurado para a música que descobriu que Bárbara já era uma grande cantora e intérprete. No ano de 2010, lança seu álbum de estréia intitulado “Journal de Bad“, trazendo  toda a modernidade e o ar cosmopolita que a terra da garoa lhe deu. É neste disco de estréia que Bárbara Eugênia apresenta sua versão de “O Tempo”, do Cidadão Instigado, com arranjos de Edgard Scandurra.

Confiram abaixo as versões para a música “O Tempo” interpretadas por Cidadão Instigado e Bárbara Eugênia:

O Tempo – Versão Original Estúdio por Cidadão Instigado

O Tempo – Versão ao Vivo por Cidadão Instigado

O Tempo – Versão Estúdio por Bárbara Eugênia

O Tempo – Versão ao Vivo por Cidadão Instigado e Bárbara Eugênia

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: